Acesso à informação





Convocatória recebe projetos de sustentabilidade urbana e regional
Escrito por Bruno Firmino    Qua, 19 de Agosto de 2020 12:35    PDF Imprimir E-mail
Destaques - Destaques

Brasília, 13 de agosto de 2020.

banner divulga chamada pública Pesquisa e Desenvolvimento em Sustentabilidade Urbana e Regional

Está aberta até 14 de setembro a chamada Pesquisa e Desenvolvimento em Sustentabilidade Urbana e Regional, promovida pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). As propostas aprovadas terão investimento de R$ 4,4 milhões.

De acordo com os organizadores, a iniciativa objetiva “apoiar projetos de pesquisa interdisciplinares e multi-institucionais organizados em rede que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação do Brasil em temas relacionados à sustentabilidade urbana e regional”.

Os estudos serão incorporados a uma plataforma a ser lançada em breve, chamada AdaptaBrasil MCTI, que terá a finalidade de disponibilizar dados científicos para tomada de decisão por gestores públicos. Com isso, espera-se produzir subsídios para as políticas nacionais de desenvolvimento urbano e regional, em forma de diretrizes e programas.

Na avaliação do conselheiro do Confea que está à frente da Comissão Temática de Engenharia Pública, a convocatória reconhece e valoriza o capital intelectual brasileiro.

“O país só evolui se tiver conhecimento e tecnologia, o que demanda investimento financeiro para que os cientistas não abandonem projetos funcionais e brilhantes, como os que estão sendo desenvolvidos pelos engenheiros durante esta pandemia. Bolsas de estudo, por exemplo, ajudam a desenvolver e manter a tecnologia dentro do país e em benefício para a população local. Essa é a estratégia mais inteligente porque motiva os pesquisadores a permanecer no Brasil e a acreditar na visão de futuro”, comenta o engenheiro civil Ricardo Araújo.

Linhas de pesquisa contempladas na convocatória:
- Linha 1 – Riscos de impactos climáticos.
- Linha 2 – Modelagem integrada dos impactos econômicos da variabilidade climática nos setores priorizados no AdaptaBrasil MCTI – segurança alimentar, segurança hídrica, segurança energética, saúde humana, zonas costeiras urbanas, serviços ecossistêmicos e infraestruturas nacionais de grande porte.
- Linha 3 – Abordagem por bioma aplicada a municípios ou regiões – funcionamento e resiliência de ecossistemas, condições locais, biodiversidade e sustentabilidade.

Confira os documentos:
-    Anexo I - AdaptaBrasil-MCTI
-    Anexo II - Modelo estruturado

Informações adicionais sobre a chamada podem ser obtidas pelo e-mail  Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.  ou pelo telefone (61) 3211-4000.

Julianna Curado
Equipe de Comunicação do Confea
Com informações do CNPq